Cinema, Crítica de Filme

Nas Ondas da Fé | Crítica

Marcelo Adnet traz os trejeitos dos pastores para a telona, mantendo o respeito pela religião, mas escancara os bastidores das congregações.

Hickson (Marcelo Adnet) é apenas um cara querendo ter uma vida melhor ao lado da esposa (Letícia Lima), e ao receber uma oportunidade na rádio Nas Ondas Da Fé, ele entende como crescer profissionalmente.

Ter um humorista/imitador como protagonista se imagina, algo tendencioso e que será debochado de alguma forma. O roteiro mantém o respeito pela religião e sua forma de ver o mundo. 

Hickson se torna pastor pelas oportunidades que lhe são dadas e ele se mantém íntegro ao crescer profissionalmente, mas o que chama atenção no roteiro é como ele aborda os bastidores dentro de uma congregação. 

Ele traz os sentimentos humanos, para um lugar que tem uma imagem perfeita, trazendo a humanidade e seus defeitos para os locais,  de como sentimentos como inveja, ganância e luxúria estão presentes. 

E para isso, o filme só erra ao colocar um sentimento em um personagem secundário, não acúmulo de informações, que pode até agradar o público pelos atores que participam, como se fossem alguns easter eggs pela trama principal.

Adnet acerta no tom de seu protagonista, já que ele incorpora apenas a forma de locução e a presença de palco comum para pastores evangélicos, mas ele não imita nenhum. Algo raro na filmografia dele.

Letícia também se destaca por ser a esposa ‘porto seguro’ e sempre estar presente pelo marido, seja em momentos ruins ou bons. Ela tem consciência de onde ela pode ir e que o sucesso do marido, também é o seu.

O roteiro pensa em um filme, que mantém a religião como a estrutura principal, e a entende como o elemento a ser preservado. Preserva os dogmas dessa religião e o trata como respeito durante toda a trama principal.

O casal passa por diversos momentos, principalmente pela ascensão de Hickson na rádio e fora dela, porém a estabilidade deles entorno do que ocorre trata mais realidade a proposta do filme.

Por falar em realidade, esse filme é um retrato da religião evangélica atual, pelos segmentos da sociedade, até o seu crescimento na política é abordado, parecendo quase um retrato atual do Brasil.

Nota: 3/5

Contato: naoparecemaseserio@gmail.com

Me acompanhe nas redes sociais: Youtube / Instagram / Tiktok / Facebook

3 comentários em “Nas Ondas da Fé | Crítica”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s