Ir para conteúdo

| Sonhos Para Vestir | Peça online libera venda de ingressos

A atriz Sara Antunes adaptou o espetáculo Sonhos Para Vestir para uma versão audiovisual.A versão digital estreia no Centro Cultural São Paulo, na mostra Quando o Palco se Fez Cinema, dia 15 de outubro. Em seguida, realizará 8 sessões em temporada on-line, de 16 de outubro a 7 de novembro, às 20h, pela plataforma Sympla.

Sara Antunes em Sonhos para Vestir

Depois da bem-sucedida incursão pelo universo no teatro digital com a estreia do espetáculo Dora e da gravação de Leopoldina, Independência e MorteSara Antunes adapta Sonhos Para Vestir para uma versão audiovisual. Para enfrentar o desafio da interatividade com o público presente na montagem, a diretora Vera Holtz propôs que ela interagisse com os filhos, Benjamim de 8 anos e Antônio de 6. 

O espetáculo estreia no Centro Cultural São Paulo, na mostra Quando o Palco se Fez Cinema, dia 15 de outubro, às 20h15. Em seguida, realizará 8 sessões em temporada on-line, de 16 de outubro a 7 de novembro, às 20h, pela plataforma Sympla.

Sonhos Para Vestir é um delírio poético, a partir de uma história real, pela perspectiva da palavra por meio de cartas trocadas entre pai e filha e a sob influência de autores como Bartolomeu Campos de Queiroz (que ainda vivo pôde acompanhar a criação do espetáculo) e Gaston Bachelard. 

Sara Antunes tinha perdido o pai em 2007 com quem nutria uma relação de muita beleza, um tipo especial de relação desde a barriga da mãe. O pai deixou escritos sobre hipóteses radiantes de uma vida, e trocaram cartas até o fim, quando sem ouvir mais, sem escrever, sem falar, ele num quarto de hospital, se despediu. É deste silêncio fecundo e fértil que nasceu as palavras da peça. 

A exposição Memórias Para se Vestir de Analu Prestes inspirou a autora e veio a ideia da criação. Sara Antunes se juntou aos artistas Vera Holtz (direção), Analu Prestes (cenário), Daniel Valentini (trilha sonora) e Paulo Cesar Medeiros (luz) para a criação do espetáculo, numa costura delicada de poesia, filosofia e teatro. A peça reflete sobre os desejos mais íntimos e o afeto, mas é sobretudo uma homenagem da relação de uma filha com seu pai.       

O espetáculo estreou em 2010 realizando mais de 20 apresentações pelo país. Em 2019, participou do Festival Internacional de Mindelact, na África.

Serviço:
Espetáculo digital Sonhos Para Vestir

Classificação etária: Livre.

Duração: 40 minutos.

Dia 15 de outubro, sexta-feira, às 20h15

Centro Cultural São Paulo – Mostra Quando o Palco se Fez Cinema

Ingressos: Grátis – Retirada de ingressos 1 hora antes da sessão.

Capacidade: 99 lugares.

Temporada on-line

De 16 de outubro a 7 de novembro

Sábados e domingos, às 20h.

Ingressos: Pague quanto puder

Ingressos e acesso à transmissão: Sympla.com.br

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: