Ir para conteúdo

| Itaú Cultural Play | Plataforma de streaming é anunciada

Itaú Cultural lança plataforma gratuita de streaming de cinema e audiovisual brasileiros

No dia da celebração do cinema brasileiro, o Itaú Cultural lança, em 19 de junho, sua plataforma de streaming Itaú Cultural Play. Com acesso gratuito, o catálogo inicial reúne 135 títulos dos 26 estados brasileiros e o Distrito Federal, abrangendo filmes de ficção, documentários, séries documentais e de ficção, animações para crianças e para adultos, produções experimentais, entrevistas, palestras, curtas e longas-metragens.  

A Itaú Cultural Play estreia com mostra dedicada a Glauber Rocha e homenagem ao produtor Luiz Carlos Barreto, dando visibilidade e acesso a produções históricas. Também traz cinema contemporâneo, com filmes reconhecidos pela crítica e premiados em festivais, obras de cinema independente, filmes universitários e mostras temáticas, com parceiros institucionais e de festivais audiovisuais.


Os títulos em cartaz perpassam dos clássicos ao cinema contemporâneo e obras mais recentes e de autoria negra e indígena. A grade também garante equilíbrio de gênero por trás das câmeras, com filmes realizados por 56 diretoras e 64 diretores.


“Vamos trazer a diversidade da nossa cinematografia para o grande público, gratuitamente, cumprindo nosso compromisso de ampliar o acesso à cultura brasileira”, diz Eduardo Saron, diretor da instituição. No futuro, a plataforma poderá ter salas com sessões especiais pagas, sem afetar o propósito central de ofertar conteúdo gratuito.

A diversidade é outro eixo do projeto. “A plataforma tem o cuidado de cobrir a diversidade temática e geográfica da produção nacional e aproximar o público deste conteúdo”, complementa Saron.

A chegada do Itaú Cultural ao mercado de streaming culmina um longo ciclo de relação da instituição com o mundo da arte e o uso intenso de tecnologia. A organização tem atuação histórica, desde a sua criação, quando produziu uma série de documentários chamada Panorama Histórico Brasileiro (PHB), depois distribuída em escolas públicas quando elas ainda recebiam filmes em VHS para apoio pedagógico.


Estão em seu percurso, ainda, outras ações como o apoio à produção audiovisual, por meio, por exemplo, do programa Rumos Itaú Cultural – como Edna, de Eryk Rocha, Almofada de penas, de Joseph Specker Nys, Ela volta na quinta, de André Novais – e produções próprias, como a série ICONOCLASSICOS com filmes sobre o dramaturgo Zé Celso, dirigido por Tadeu Jungle e Elaine Cesar; Rogério Sganzerla, dirigido por Joel Pizzini; Nelson Leirner, filmado pela diretora Carla Gallo; uma livre inspiração de Cao Guimarães da obra Catatau, do poeta Paulo Leminski, e um filme sobre Itamar Assumpção, dirigido por Rogério Velloso.

Com gerência do Núcleo de Audiovisual e Literatura e envolvimento de toda a instituição, o projeto está em desenvolvimento há dois anos. “Trata-se de uma plataforma em evolução, que será constantemente alimentada com novas produções e ajustada de acordo com as demandas que virão dos espectadores e da produção audiovisual brasileira”, afirma Claudiney Ferreira, gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura da instituição.

SERVIÇO:

Itaú Cultural Play
Plataforma de streaming gratuita de cinema brasileiro

A partir de 19 de junho de 2021

No celular, tablet, computador e TV
Endereço para cadastramento e acesso à plataforma:
https://www.itauculturalplay.com.br/

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: