Ir para conteúdo

| Scott Pilgrim vs. The World: The Game – Complete Edition | Review

Scott Pilgrim vs. The World: The Game – Complete Edition chega aos principais consoles apostando em nostalgia, um gameplay simples e muita porradaria sem sentido. Confira o review do game.

Scott Pilgrim é um elemento primordial da cultura pop , é difícil encontrar alguém que goste de ‘nerdises’ e não conheça os quadrinhos de Bryan Lee O’malley e o filme live action ‘Scott Pilgrim contra o Mundo’ de 2010 que traz um final diferente dos quadrinhos. Esse sucesso foi também visto nos games, em versões para Playstation 3 e Xbox 360 em 2010. O game tinha sido removido das plataformas, mas os fãs podem voltar ao jogo com ‘Scott Pilgrim vs. The World: The Game – Complete Edition’ que chegou para as principais plataformas atuais, sem perder a essência do 2d e gameplay.

A Ubisoft trouxe este game com algumas novidades, temos todos os personagens disponíveis para jogar quando iniciamos e ela traz mais qualidade gráfica ao jogo, sem perder a essência que fez o game ser conhecido pelos jogadores com um ‘rouba fichas’ e com uma dificuldade que só um arcade consegue trazer.

Explicando

Caso você tenha ficado em coma nos últimos anos, e não conhece ‘Scott’, vamos a uma explicação rápida. Nosso intrépido herói, Scott, se apaixona por Ramona Flowers, mas para poder ficar com ela, ele deve sair na porrada (Sim, você leu certo) com seus sete ex-namorados. Cada ex-namorado têm uma habilidade específica e cabe a Scott vencê-los um a um.

Mas e o jogo original?

Crédito: Ubisoft

A Ubisoft preservou a obra original, então temos um beat ‘em up (Aquele estilo de jogo jogo que você tem que derrotar todos os inimigos para prosseguir).

Temos aqui um jogo feito de forma ‘antiga’, com os gráficos em pixel art, que nessa nova versão preenche a tela e são todos feitos com muito cuidado e detalhes relacionados a fase que jogamos.

Há também todo um cuidado com o traço dos personagens principais de lembrarem o quadrinho e ao mesmo tempo ser idênticos ao jogo original. Não importando a plataforma jogada, a sensação é estar jogando um arcade.

Dificuldade

Crédito: Ubisoft

Scott Pilgrim vs. The World: The Game – Complete Edition é porradaria no começo ao fim, amantes do gênero irão amar, porém estes mesmo amantes sabem como um game como este pode ser injusto e ser difícil em qualquer nível. Não espere uma luta justa contra os IA’s, eles estarão sempre prontos para te derrotar e te jogar itens do cenário.

E ele funciona como esperamos, temos que andar da esquerda para a direita, e só avançamos quando todos os inimigos no cenário estiverem derrotados, com direito a um ‘GO!’ enorme na tela.

As fases são longas, com uma baixa diversidade de inimigos (Baixa no sentido ´técnico’ há repetição de tipos de adversários) em cada fase. Se são setes ex-namorados, temos aqui sete fases, mas como a maioria é grande, parece bem mais e o fato delas terem o fundo e inimigos diferentes, o número pequeno não chega a ser um problema.

Crédito: Ubisoft

E este excesso tem um problema a mais, o salvamento automático, que não existe aqui, se você voltar ao menu ou desligar o console, tudo se perde. É mantido apenas o level, golpes desbloqueados e itens. De resto, tudo começa do zero.

Temos aqui uma estrutura clássica, com os inimigos lentos para qualquer ação, como as fases são longas, isso causa algumas frustações no jogador.

Recomeço

Sim, é frustrante recomeçar, mas este elemento era algo comuns nos arcades e jogos de algumas gerações passadas, os veteranos lembram bem disso, já os novatos devem estranhar. Mas calma, como já dito, o level e golpes são mantidos a cada novo jogo, o que ajuda nas fases iniciais.

Personagens

Todos os personagens de Scott possuem seu próprio estilo de luta, nada que gere alguma vantagem, mas o estilo de um deles pode se encaixar melhor da forma que você joga. Jogue um pouco com todos e escolha um uma para o resto do game, para aumentar level e liberar novos golpes.

Multiplayer

O jogo fica excelente quando você joga com os seus amigos. Colocar 4 jogadores na mesma tela descendo a porrada nos inimigos é diversão garantida. O jogo dispõe de um multiplayer local e online, local para você chamar seus amigos e online para que outras pessoas conectadas se juntem a jogatina.

Crédito: Ubisoft

Este ‘excesso’ alinhado a uma ótima trilha, a diversão é garantida. O modo multiplayer de ‘Scott’ é um dos melhores.

Veredito

Scott Pilgrim vs. The World: The Game – Complete Edition, traz um game ‘antigo’ para novas plataformas, mas do jeito certo, preservando as características do material original, tanto da HQ quanto do jogo.

Claro que essa diferença dos jogos atuais pode afastar jogadores que não estão acostumados a este tipo de jogo e desistir de completá-lo. E caso seu objetivo seja apenas diversão, faça isso no modo multiplayer, valerá cada segundo do seu tempo.

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: