Ir para conteúdo

| Um Grito de Liberdade | Crítica

Confira a crítica de ‘Um Grito de Liberdade’

Um-Grito-de-Liberdade-Alta Poster-

 

O amor de mães é descrito como algo incondicional, que ela fará qualquer coisa para ter o sorriso do seu filho(a), que a felicidade do seu descendente é mais importante que a sua própria. Essa é a história de ‘Um Grito de Liberdade’, onde uma mãe não vê barreiras para o bem de sua filha.

O roteiro terá como trama central essa troca entre mãe e filha, da infância para a vida adulta, mostrando que a preocupação de mãe é contínua, mesmo com a filha crescendo e trilhando seu próprio caminho. Este crescimento é interessante se verificar nos primeiros atos do longa, de como há amor entre criança e mãe, a rebeldia adolescente e vontade de viver longe ‘das assas da família’.

Claro, que o roteiro também traz as discussões, se há abusos de ambas as partes, se a mãe não dá espaço para a filha aprender sozinha, ou da filha entender que a matriarca erra tentando acertar, isso tudo está misturado com um pai que tem seus problemas de relações entre as duas.

Um Grito de Liberdade 05
Cena de ‘Um Grito de Liberdade’ – Foto: Divulgação – A2 Filmes

O filme tem uma narrativa linear esperada em um longa como esse, com reviravoltas esperadas, para salientar os dramas que a vida normal possui, inclusive a dupla de atrizes responde muito bem a estas cenas. As duas estão impecáveis aqui.

As interações mostradas aqui respeitam principalmente os costumes da região, o que pode gerar algumas indagações dos espectadores, mas nada que atrapalhe a experiência, tudo flui bem, sem exageros, de uma forma que ‘Um Grito de Liberdade’ se torna um filme para se ver com a família toda, principalmente com a matriarca da família.

Além das boas atuações da trajetória comum, o longa desperta esse sentimento materno de ‘farei tudo que é possível’, há claramente cenas para discutir justamente até que ponto esse amor irracional pode ir para o bem dos filhos, percebe-se que o diretor e roteirista fazem cenas para criar essa discussão.

Falar de amor parece fácil, pois em teoria todos sentimos, mas mostrar esse amor em pequenos gestos e com rotinas bem pautadas no real é um desafio, isso é magnânimo aqui, temos diversas cenas críveis e bem feitas.

Um Grito de Liberdade 02
Cena de ‘Um Grito de Liberdade’ – Foto: Divulgação – A2 Filmes

O diretor só muda o estilo de filmagem nos atos finais para aumentar a carga dramática, e dar ainda mais força ao elenco, as melhores cenas estão aqui, são de emocionar, de derrubar até o coração mais molenga. Separe um lenço quando o lenço quando o filme se encaminhar para o seu final.

* Filme visto na plataforma ‘Cinema Virtual’

Nota: 4/5

Contato: naoparecemaseserio@gmail.com

Facebook: naoparecemaseserio@gmail.com

Instagram: @npmes

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Um comentário em “| Um Grito de Liberdade | Crítica Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: