Ir para conteúdo

| Torre de Donzelas | Crítica

Confira a crítica de ‘Torre de Donzelas’

Afastamo-nos cada vez do período da ditadura brasileira, então filme como ‘Torre das Donzelas’ são necessários para relembrar este período e evitar que essas barbaridades não sejam repetidas no futuro.
O filme de Susanna Lira (Mussum, Um Filme do Cacildis) se aprofunda na história de mulheres presas durante o período supracitado, em um local específico que acabou ganhando esse apelido na época.
Esse documentário tem uma técnica diferente de captação, temos aqui uma fuga dos padrões comuns, ele faz algo inovador ao misturar relatos e inserção de personagens. Há uma reconstrução da Torre e suas celas e colocam as personagens dos depoimentos nestes locais e temos reações totalmente verdadeiras e emocionantes.
Tudo mostrado aqui é voltado na realidade sem apelar para as violências que elas viveram sentir empatia e outros sentimentos durante a narrativa. E quando elas trocam experiências no “cenário-cela” é arrebatador.
A montagem também é elogiável, ela sabe mudar o tom com maestria, há momentos para contar história, drama, medo, angústia de uma forma para bagunçar os sentimentos do espectador e ele sair da sessão impactado.
Torre tem a urgência que filme desse porte precisa, e consegue trazer uma abordagem diferente da nossa história e ele entrar no circuito comercial em tempos tão polarizados é interessante.
 Nota: 4/5

Saldo: Filme sério de um assunto sério

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Um comentário em “| Torre de Donzelas | Crítica Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: