Ir para conteúdo

| Sai de Baixo: O Filme | Crítica

Confira a crítica de Sai de Baixo: O Filme

A comédia brasileira Sai de Baixo, foi um fenômeno na tv brasileira nos anos 90 e começo dos anos 2000, seja por reunir um elenco com Miguel Falabella (Caco Antibes), Marisa Orth (Magda) e Tom Cavalcante (Ribamar) e diversos outros atores e atrizes, Seus textos que contavam com diversos improvisos do elenco, se tornando um marco na tv brasileira no domingo à noite.
O sitcom criado por Daniel Filho e Luis Gustavo, que também faz o personagem Vavá, eram histórias de uma família tranqueira, cheia de problemas e com personagens distintos que encantaram todos e faziam todos pararem em frente a tv.
E de uma forma quase de surpresa, a Imagem Filme traz a família do Arouche para uma versão fora do apartamento para mostrar que essa família continua relevante para o cenário da comédia brasileira.
O filme é uma celebração a essa época, trazendo os personagens para as telonas dessa vez, e como é bom vê-los depois de tanto tempo e como os atores e atrizes continuam encantando com personagens tão icônicos e conhecidos pelo público.
Elenco em cena
Foto: Imagem Filmes – Divulgação
O filme começa explicando onde está a família depois de tantos anos, temos Cassandra (Balabanian), Magda (Orth) e Caquinho (Rafael Canedo) morando de favor no quarto de empregado que Ribamar (Tom Cavalcante), o porteiro do prédio onde a família teve o tão conhecido apartamento, que agora está à venda por ter sido hipotecado por Caco (Falabella), que está preso há dois anos e Ribamar ainda divide o apartamento com Cibalena (Cacau Protássio) e Dona Jaula (Cavalcante novamente).
E com um golpe de Caquinho que ajuda a introduzir a personagem Angelina (Lúcio Mauro Filho) e o juíz Nicolau (Castrinho) onde eles podem ganhar dinheiro em uma falsa excursão ao Pantanal pela Vavatur.
O incrível timing entre os atores de Sai de Baixo não diminui  ao longo dos anos, na primeira cena em que boa parte do elenco está presente, parece que voltamos ao apartamento e vamos acompanhar uma nova aventura deles.
Uma das marcas da série era a capacidade dos atores em cenas improvisarem e voltar ao texto como se nada tivesse acontecido, no filme essa marca registrada continua e diverte todas as vezes que acontece, a diretora Cris D’ Amato (S.O.S Mulheres ao Mar) traz tudo que se espera de um filme deste calibre. Inclusive algumas cenas você consegue perceber parte do elenco ‘rindo’ com o improviso.
Elenco em cena
Foto: Imagem Filmes – Divulgação
O divertido é também perceber que as adições de elenco feitas para este longa entram na onda e divertem da mesma forma que o elenco original, até mesmo nas marcas registradas da sitcom, Lúcio Mauro Filho, Cacau Protássio e Katiscia Canoro (Sunday) são impecáveis e suas cenas e são ótimas adições ao elenco.
Falabella escreve o roteiro do filme e adapta muito bem os novos tipos de humor que ocorreram pós Sai de Baixo, mas as piadas com a Cascacu, cabeção e diversos trocadilhos retirados diretamente dos anos 90 funcionam e divertem.
 Sai de Baixo: O Filme consegue um ótimo feito, ao trazer os fãs do seriado aos cinemas e ao mesmo tempo pode agradar novos fãs e começar a construir um franquia, dessa vez nos cinemas.

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: