Ir para conteúdo

| Festival de Cinema Brasileiro Fantástico | Festival será online e gratuito

Hoje (12) se inicia o Festival de Cinema Brasileiro Fantástico com diversos filmes do universo fantástico de um forma online e gratuita. Confira mais detalhes.

Horror, ficção científica e fantasia. O real maravilhoso, o estranho, o absurdo e o afrofuturismo. Gêneros e subgêneros do cinema fantástico estão contemplados no 1º Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online, entre os dias 12 e 18 de maio. Gratuito e online, o evento vai exibir longas e curtas-metragens divididos em três mostras: Retrospectiva, Realizadores Fluminenses e Inéditos do Brasil e promover lives, sessões comentadas e uma masterclass. O projeto conta com o patrocínio do Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.

Amantes ou curiosos sobre o tema poderão assistir a 41 produções brasileiras. Durante todos os dias do festival estarão disponíveis oito longas e 32 curtas. Com exceção do filme Sol Alegria que, em exibição especial, ficará disponível por 24 horas. O longa Sol Alegria, de Tavinho Teixeira, inédito nos cinemas brasileiros, fala de um futuro distópico no qual uma família viaja pelo Brasil, sobrevivendo a uma ditadura governista. Entre os nomes do elenco, está o cantor Ney Matogrosso no papel de um toureiro.

Para assistir aos filmes, basta acessar a plataforma Darkflix/Wurlak através do site www.festivalfantastico.com. Será necessário um breve cadastro com nome, e-mail e senha para o login.

O 1º FCBF é dedicado à valorização do cinema brasileiro fantástico produzido no século XXI. A Mostra Retrospectiva conta com 17 filmes produzidos em diferentes regiões do país e que se vinculam a três eixos temáticos mapeados por nossa curadoria: Horrores do Brasil; Maravilhoso e Cotidiano e Ficção Científica e Distopia. É uma ótima oportunidade de refletir sobre a produção do cinema brasileiro fantástico deste século, apresentando filmes ligados a gêneros massivos como o horror e a ficção científica, mas também outros menos conhecidos como o afrofuturismo e o realismo maravilhoso”, comenta Fabrício Basílio, um dos diretores e curadores do evento.

Comemorando as mais de 400 produções inscritas, Otávio Lima, também diretor e curador do festival, complementa: “Quando se fala em fantástico, uma reação comum é pensar no gênero ‘terror’. Nós queremos mostrar que o fantástico vai além de um só gênero e está mais do que nunca presente nas produções recentes do cinema brasileiro, principalmente em filmes independentes, universitários e primeiros filmes, o que nos mostra uma tendência do cinema no país. Nossa logomarca é um disco voador, que em meio a uma mata tropical, povoada por seres lendários, abduz um liquidificador. Essa estranheza e o deslocamento do mundo real serve para pontuar o que é o fantástico para nós.”

Para Pedro Alves, curador do Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online, “o evento funcionará tanto como um ponto de partida para os amantes do fantástico que não possuem muito contato com a produção audiovisual brasileira contemporânea, quanto como um possibilitador de exibição para filmes aguardados que anteriormente ficavam dependentes de suas exibições presenciais”. Segundo elea seleção de produções consegue apresentar os diferentes tons possíveis do fantástico. O conjunto de filmes selecionados apresenta a pluralidade encontrada na cinematografia fantástica dentro do nosso próprio país”.

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: