Ir para conteúdo

| O Tablado e Maria Clara Machado | Site especial contará com filme inédito e homenagem

No dia 3 de abril de 2021, data do centenário da dramaturga Maria Clara Machado, será lançado o novo site do filme “O Tablado e Maria Clara Machado” de Creuza Gravina, ainda inédito no circuito comercial. O evento marca o início de uma série de atividades previstas para o mês de abril.

O site é uma homenagem à dramaturga, tema do filme – O Tablado e Maria Clara Machado. ( https:\\www.otabladoemariaclaramachado.com.br)

O site contará com o trailer do filme, cartaz inédito do documentário, imagens de arquivo do mesmo e trechos especiais. Nas semanas seguintes serão realizadas outras atividades como lives e apresentação para crianças sobre a obra da dramaturga, em comemoração ao mês do centenário. Uma pré-estreia virtual, com público limitado, também está prevista, em plataforma a ser definida. O longa de Creuza Gravina, será lançado após a pandemia, nos cinemas, em data a ser divulgada.

O público já poderá ter uma ideia do que virá pelo trailer inédito e pequenos trechos que serão postados no site. Será possível ver, em cenas exclusivas, por exemplo, Marieta Severo interpretando uma Bruxa Chefe, Malu Mader como a menina que voa com o vento, Claudia Abreu e Andréa Beltrão como fantasmas e muitos outros. Sequências completas estarão no longa documentário, dando mais vida aos depoimentos.

Conhecida pelas suas peças como “Pluft, O Fantasminha;” e “O Cavalinho Azul”, além de ter sido fundadora do Teatro Tablado, Maria Clara Machado, que faleceu em 2001, completaria 100 anos dia 3 abril de 2021.   Além disso, o tradicional Teatro Tablado que formou inúmeras gerações de atores, completa 70 anos em outubro deste ano.

O filme já foi exibido em mais de 15 festivais, incluindo a Première Brasil do Festival do Rio e o Festival de Rotterdam, contudo segue inédito comercialmente. Para o centenário, o longa ganhou nova finalização e passa a contar com outras imagens raras de arquivo e animações.

O projeto de comemoração do centenário de Maria Clara Machado foi contemplado em edital pelo Governo Federal, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa através da Lei Aldir Blanc.

Sinopse do documentário:

A história do Teatro Tablado e de sua fundadora Maria Clara Machado contada através de sessenta e dois depoimentos de ex-alunos de diferentes gerações, como Marieta Severo, Malu Mader, Cláudia Abreu, Marcelo Serrado, Lúcio Mauro Filho, Bárbara Heliodora, Ernesto Piccolo, Leandro Hassum, Andréa Beltrão e muitos outros, além dos professores do curso de teatro e de amigos que acompanharam o trabalho da escritora, como Gilberto Braga e Marcos Palmeira.

Diretora Creuza Gravina

O documentário é fruto de anos de pesquisa da diretora Creuza Gravina que além da formação ligada à Comunicação e Cinema, estudou no Teatro Tablado durante 9 anos, tendo conhecido o dia a dia do teatro e vivenciado inúmeras experiências. O filme foi realizado ao longo de cinco anos, sem nenhum tipo de patrocínio.

Maria Clara Machado nasceu em Minas Gerais mas ainda pequena se mudou para o Rio com a família. Filha de Aníbal Machado teve contato com a arte desde cedo. Perdeu a mãe aos nove anos de idade. Durante a adolescência foi bandeirante. Nessa fase chegou a realizar atividades de recriação de crianças com teatro de fantoches. Assim acabou surgindo a ideia de criação de teatro para adultos. Mais tarde participou de reuniões na casa de pai com outros amigos ligados ao teatro e a partir destes encontros surgiu o Tablado.  Maria Clara participou de várias peças como atriz e diretora e se consagrou como autora de peças infantis, entre elas “Pluft” e “O Cavalinho Azul”.

Festivais em que o documentário, O Tablado e Maria Clara Machado, participou até o momento:

▪ Festival do Rio – Première Brasil  2007

▪ Independent Film Festival  Rotterdam – Holanda 2008

▪ Cineme-se 2008 Santos (como longa convidado)

▪ Cinesul – Rio de Janeiro 2008

▪ Festival Guarnicê Maranhão 2008

▪ Panorama Recife de Documentários 2008

▪ Jornada Internacional de Cinema da Bahia 2008

▪ Goiânia Em Cena 2008 (evento especial no Festival de Teatro)

▪ Ibero Brasil Cine Festival 2009

▪ Pedra que Brilha – Itabira  – Minas Gerais 2009

▪ Vidas na Tela – FestNatal 2009

▪ Festival do Rio 2011 – sessão especial – reapresentação em virtude dos 60 anos do Teatro Tablado

▪ Abertura do XI Festival de Teatro de Resende 2011

▪ Mitos do Teatro Brasileiro – Brasília  2011

▪ USP São Carlos evento 2012

▪ Semana Fluminense do Patrimônio – Rio de Janeiro – 2017

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: