Ir para conteúdo

| Querência | Crítica

Em um filme que sabe trabalhar a superação de um trauma e trazer um Brasil diferente para as telonas. ‘Querência’ estreia nos cinemas. Confira a crítica completa.

Apaixonado pela vida no sertão de Minas Gerais, Marcelo (Marcelo Di Souza) trabalha como vaqueiro enquanto sonha em ser narrador de rodeio. Um dia, a fazenda na qual labuta diariamente é assaltada e ele se sente profundamente impactado. Com ajuda dos amigos, Marcelo tenta reerguer-se. 

O diretor Helvécio Marins Jr traz uma história de interior, com muita realidade, como se a câmera acompanhasse o protagonista durante sua história, ou melhor, sua vontade de conseguir realizar seu sonho, mas antes de buscar seu espaço, há alguns percalços para percorrer.

Cena de ‘Querência’. Foto: Vitrine Filmes

Estes percalços são que faz o filme tão real, por trazer um personagem que sabe que o caminho é tortuoso. O roteiro do próprio diretor soube colocar na tela uma história que faria sentido no interior de qualquer lugar do Brasil, sem precisar de grandes ajustes ou grandes cenas.

Essa busca por uma nova vida do protagonista é feita com cuidado e sem pressa. Dando ao filme um ritmo lento e necessário, com poucas explicações de quanto tempo de passou entre o evento principal e locução de rodeio. Essa forma diferenciada de contar a história é que faz de ‘Querência’ um filme fora do comum.

A forma com que vemos essa história é com uma abordagem muito próxima dos eventos, nos sentimos como um amigo próximo de Marcelo, acompanhamos seus momentos com os amigos, família e seus treinamentos. Além dessa proximidade, temos algumas tomadas longas e carregadas de história nos diálogos.

Cena de ‘Querência’. Foto: Vitrine Filmes

Por ser um filme de interior, há todo um cuidado técnico para preservar as locações e cenários para continuar na ‘alma interior’, então espere cenas com alguns ‘problemas’ de iluminação e nada muito especial. Além de um filme que conversa muito com essa região do Brasil, há os cuidados em trazer verossimilhança.

Não temos aqui um longa de grandes cenas e arcos dramáticos, mas tem temos um filme com uma boa história, contada do jeito certo, montado a partir de um sonho de uma pessoa simples. E ‘Querência’ segue essa tomada de uma forma contínua, sem se perder com até alguns toques de realidade, já que existem alguns ‘Marcelos’ por aí.

Nota: 3/5

Contato: naoparecemaseserio@gmail.com

Instagram: @npmes

Facebook: facebbok.com/naoparecemaseserio

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: