Ir para conteúdo

| Um Dia Qualquer | Primeiras Impressões

Depois de assistir 5 episódios de ‘Um Dia Qualquer’, te conto o que esperar da série original do Canal Space no artigo ‘Primeiras Impressões’

Em Um Dia Qualquer, diferentes moradores do subúrbio carioca lutam para sobreviver a uma rotina de violência e corrupção, marcada pelos desmandos da milícia. Depois da morte de Seu Chapa (Jefferson Brasil), o então policial Quirino (Augusto Madeira) passa a controlar a região.

Temos a sensação como espectador que essa troca fica restrita ao primeiro episódio, mas a série produzida pela Elixir e Condomínio irá trabalhar duas linhas temporais, a de quando Chapa era o ‘dono’ e uma segunda de quando Quirino assume, pós os eventos que envolvem sua morte.

A série traz novamente algo comum nos produtos produzidos nacionalmente referentes a comunidades carentes, onde há um traficante que domina o local e depois uma milícia, com o discurso de ajudar a comunidade. Neste ponto, Um Dia Qualquer não se destaca, traz exatamente o que esperamos.

Um dia qualquer 01
Cena de ‘Um Dia Qualquer’ – Crédito: Canal Space

Nestes cinco episódios em que tive acesso, a trama se desenvolve pelo olhar e ações de Quirino, que é aquele policial que tem os problemas com a profissão e quer faturar algo, e quando assume a comunidade ele ‘vende’ a tranquilidade.

A série pode não trazer algo diferente, mas faz um bom uso destas linhas temporais. Primeiro para deixar claro que os primeiros eventos estão ligados a linha atual e segundo que passado sempre voltar para assombrar o seu presente. O roteiro da série amarra bem este eventos.

Por ser uma série que se passa em uma comunidade, isso reflete principalmente no tom e no gênero, temos aqui uma série policial, seguindo todas regras de uma série deste tipo, mas a fotografia muda se estamos falando de passado ou de futuro, isso é interessante já que a maioria dos personagens estão presentes nestes dois momentos.

Um dia qualquer 02
Cena de ‘Um Dia Qualquer’ – Crédito: Canal Space

O ritmo da série é lento, muito por causa dos eventos do presente, que são diários, os grandes saltos temporais ficam restritos aquelas duas linhas já citadas, mesmo a série tendo um ritmo diferente, é interessante acompanhar a história do dia a dia dos personagens, e perceber quando eles mudaram ao longo de 10 anos.

‘Um Dia Qualquer’ pode não trazer algo diferente referente a série sobre comunidades comandadas por milicianos, mas ao menos temos aqui uma boa história, com personagens dentro do espectro real e com bom uso das linhas temporais que são apresentadas desde o primeiro episódio.

Bruno Simioni Cunha Ver tudo

Biólogo, estudante de jornalismo, cinéfilo e nerd que adora dividir conhecimento

2 comentários em “| Um Dia Qualquer | Primeiras Impressões Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: