Cinema

| Escrita Íntima | Documentário recebe trailer e data de estreia

O documentário revela a história pessoal e da época através da correspondência do casal de artistas Maria Helena Vieira Da Silva e Arpad Szenes entre 1932-1961. A estreia está marcada para 9 de junho nos cinemas

A coprodução Brasil Portugal, Escrita Íntima, de João Mário Griloestreia dia 9 de junho em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O documentário revela a história pessoal e da época através da correspondência do casal de artistas Maria Helena Vieira Da Silva e Arpad Szenes entre 1932-1961. O filme é uma coprodução internacional da Gullane com a Zulfilmes. 

 Seguindo pistas deixadas por cartas, pinturas, fotografias e memórias, conheceremos o legado artístico do casal Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes que abandonaram Paris para um refúgio no Rio de Janeiro, fugidos da Segunda Guerra. Este filme é o caminho para os receber no nosso tempo e, também, no “exílio da humanidade” onde, tantas e tantas vezes, somos forçados a viver (para sobreviver). 

Neste recorte de um registo documental, as cartas e a intimidade das suas palavras são pretexto para a exploração e restituição da memória do século XX – e os muitos exílios e isolamentos que o marcaram – que se articulam com a obra plástica de Vieira e Arpad, salpicada de elementos iconógrafos das suas próprias vidas e material audiovisual de época. Com ­imagens em Lisboa, Paris, Lyon, Dijón, Yèvre -le -Châtel e Rio de Janeiro. 

Os artistas têm um instituto que leva seu nome, Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, em Portugal. No Brasil, são reconhecidos pelos amantes de artes. O documentário será lançado em Portugal dia no 02 de junho, alinhado com o Brasil. 

O documentário, além de apresentar as cartas e trabalhos dos artistas, traz imagens dos artistas na residência na França e no Rio, parte de registros que o amigo e pintor brasileiro Carlos Sclair fez para seu filme Escadas, além de fotos para uma fotonovela. Estes  registros foram feitos durante os anos que os artistas viveram no Rio de Janeiro. 

Com as vozes deLuís Lucas, Suzana Borges e Fernanda Lapa, e participação de Jean-François Jaeger, Virgínie Duval, Raquel Henriques Da Silva, Fábio Koifman, Paulo Herkenhoff, Frederico Morais e Marina Bairrão Ruivo. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s